Un Chant d’amour – Jean Genet – 1950 (>18 anos)

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4244_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4247_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4277_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4288_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4281_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4272_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4306_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4310_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4321_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4326_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4330_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4370_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4375_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4376_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4387_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4389_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4391_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4394_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4398_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4401_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4421_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4422_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4423_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4429_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4431_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4439_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4441_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4443_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4445_DxOFP

UnChantDAmour_JeanGenet_1950_2013-03-10_DSCF4449_DxOFP

“Un Chant d’amour” é um filme realizado em 1950 por Jean Genet. Este foi o único filme realizado por Genet e nunca deixou de estar envolto em grande controvérsia e ser alvo de censura internacional. O filme não foi visto durante muitos anos mas mesmo assim conseguiu influenciar uma geração de realizadores, chegando a ser parte da causa célebre dos direitos dos homossexuais e da liberdade de expressão, além de ser reconhecido como uma obra prima do cinema underground pelo seu direito.

O argumento passa-se numa prisão francesa, utilizando uma imagem de beleza silenciosa e poética, contraposta por uma intensa visão de desejo e energia sexual entre dois homens nessa prisão sobre a vigilância voyeuristica do guarda. É uma experiência a não perder quer pelo seu valor cinéfilo mas também pela beleza dos enquadramentos utilizados por Genet.

A cena misto de dança com nudez explícita é inigualável em qualquer outro filme que eu conheça.

Pode ser visto integralmente aqui: http://vimeo.com/31598448 (maiores de idade)

Captura de imagem*1, edição, montagem e Texto: Carlos Muralhas

*1 Excelentes textos sobre a apropriação de imagens podem ser lidos aqui numa perspectiva geral e histórica, e aqui sobre Marcel Duchamp, um dos artistas que desafiou o pensamento convencional sobre a arte e a quem eu muito admiro.